Tom Brady vence batalha judicial contra NFL e deve jogar na semana 1

Quarterback do New England Patriots consegue reverter suspensão da NFL e vai jogar já na semana 1 contra o Pittsburgh Steelers

T. Brady poderá defender New England já na semana 1 da NFL

T. Brady poderá defender New England já na semana 1 da NFL

A suspensão de Tom Brady está anulada. O quarterback do New England Patriots conseguiu derrotar a NFL em um processo na Justiça dos Estados Unidos e poderá jogar já na estreia de sua equipe, na próxima quinta-feira (10), contra o Pittsburgh Steelers.

Saiba mais

NFL suspende Tom Brady e multa Patriots pelo escândalo das ‘bolas muchas’
Patriots murcharam bolas em jogo contra Colts e Tom Brady sabia do esquema
Torcedores do Patriots fazem protesto em sede da NFL contra punição de Brady

O motivo da pesada punição o escândalo das bolas muchas no jogo contra o Indianapolis Colts, na  final da Conferência Americana (AFC) do último ano.

O jogador havia sido suspenso por quatro jogos após o investigador Ted Wells, contratado pela liga, apontar que o marido de Gisele Bundchen “estava ao menos ciente da liberação de ar das bolas do jogo dos Patriots”.

A Associação de Jogadores, que representou Brady na Justiça, comemorou a decisão através de uma nota oficial e atacando Roger Goodell comissário da NFL.

“Essa decisão prova, de uma vez por todas, que o nosso acordo financeiro coletivo não garante ao comissário a autoridade de ser injusto, arbitrário e enganador…nós estamos felizes com a vitória da lei para nossos jogadores e fãs”, disse a associação dos jogadores, em um comunicado oficial.

A decisão da Justiça, no entanto, ainda não é um ponto final no caso. A NFL já encontrou com recurso pedindo a revisão da decisão.

Entenda o caso

New England Patriots e Indianapolis Colts fizeram a final da Conferência Americana, no último mês de janeiro, onde o vencedor garantia vaga no Super Bowl – posteriormente vencido pelos Patriots.

No jogo a equipe de arbitragem constatou que 11 das 12 bolas utilizadas no ataque do New England estavam muchas, o que facilitaria o lançamento e a recepção dos passes.

Após jogadores, equipe técnico e o proprietário dos Patriots negarem o envolvimento, a NFL nomeou Ted Wells para investigar o caso em janeiro. Quatro meses depois, os resultados da investigação são divulgados e coloca Tom Brady como envolvido. A NFL suspendeu o jogador por quatro jogos e aplicou várias penas aos Patriots como multa e perda de duas escolhas de Draft. No entanto, a suspensão de Brady, aparentemente caiu por terra.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário