Bellator: lucros no torneio de meio-médios podem ultrapassar os 1000%

Início das disputas eliminatórias acontece em San Jose, nos Estados Unidos, no dia 29 de setembro

O Bellator anunciou que seu torneio de meio-médios terá início no dia 29 de setembro, em evento que acontece no SAP Center, em San Jose (EUA). No primeiro combate das quartas de final, o brasileiro Douglas Lima encara o russo Andrey Koreshkov. Os lutadores mais bem ranqueados da divisão se enfrentarão ao longo do ano em disputas eliminatórias, e quem sobreviver será coroado o grande campeão.

Em entrevista coletiva, o presidente Scott Coker revelou os nomes de nove dos dez concorrentes. Além de Lima e Koreshov, brigarão pelo título o atual detentor do cinturão, Rory MacDonald, os invictos Michael Page, Neiman Gracie, Ed Ruth e Yaroslav Amosov, além de Lorenz Larkin e Jon Fitch, ex-lutadores do UFC. Haverá ainda um atleta reserva (não divulgado), para substituir qualquer um dos participantes em caso de lesão.

“Temos aqui os melhores meio-médios do mundo e temos a melhor divisão dos meio-médios, melhor do que qualquer outra organização”, declarou o manda-chuva.

Se você já tem um palpite, antecipe suas apostas e garanta as melhores margens de retorno com as cotas do Oddsshark.com. Confira quem desponta como favorito e conheça as chances de cada um dos concorrentes.

Rory MacDonald

Rory MacDonald espantou a má fase ao trocar o UFC pelo Bellator. Ele começou com o pé-direito na nova franquia ao finalizar o britânico Paul Daley, e no último mês de janeiro superou o brasileiro Douglas Lima na disputa pelo cinturão. Ele encara o iraniano Gegard Mousasi no dia 29 de setembro, e pode fazer história ao unificar os títulos das divisões dos médios e meio-médios.

O canadense está na crista da onda, e é o grande favorito ao título. Se ele for o campeão, o lucro do apostador chegará aos 200%.

Douglas Lima

O brasileiro Douglas Lima foi o campeão do torneio de meio-médios em 2011 e 2013, e está há seis anos nas primeiras colocações do ranking da divisão. Ele conquistou o cinturão pela primeira vez em 2014, mas perdeu logo na primeira defesa para o russo Andrey Koreshkov. Em 2016, nocauteou o mesmo adversário para recuperar o título, que deixou escapar novamente no início de 2018 ao ser derrotado por Rory MacDonald.

Logo na estreia, Lima já ficará frente a frente com seu principal antagonista. O novo combate contra Andrey Koreshkov será uma espécie de tira-teima, já que cada lado contabiliza um triunfo. Apenas um deles sobreviverá.

Se o brasileiro seguir na disputa e chegar ao terceiro título, o investimento do apostador será quadruplicado.

Michael Page

O inglês Michael Page já disse a que veio logo em sua primeira luta pelo Bellator. Ele precisou de apenas 10 segundos para nocautear Ryan Sanders, e pouco mais de cinco anos depois, já está mais do que consolidado como um dos principais nomes da divisão.

Aos 31 anos de idade, e com 13 lutas oficiais na carreira, Page ainda não conhece a frustrante sensação de perder uma luta. No entanto, ele ainda não enfrentou nenhum de seus concorrentes ao título, e seus maiores desafios ainda estão por vir.

Quem der um voto de confiança a Page agora embolsará sete vezes o valor apostado caso ele seja declarado campeão no fim do ano.

Jon Fitch

Aos 40 anos de idade, o experiente Jon Fitch chegou ao Bellator em 2018 depois de lutar por oito anos pelo UFC e outros três pelo WSOF (World Series of Fighting), onde sagrou-se campeão. Ele tem um extenso cartel de 31 vitórias, sete derrotas e um empate, e desde 2014 não sabe o que é sofrer um revés.

O norte-americano, no entanto, ainda precisa ser testado contra os principais lutadores da organização. Sua única luta até aqui foi contra o inglês Paul Daley, no Bellator 199, e a vitória foi por decisão unânime.

Os odds para uma eventual conquista de Fitch estão em R$ 7,50/R$ 1,00.

Andrey Koreshkov e Lorenz Larkin

O russo Andrey Koreshkov e o norte-americano Lorenz Larkin aparecem em pé de igualdade na bolsa de apostas, com um retorno R$ 8,00 por cada real apostado.

Koreshkov já conquistou o torneio duas vezes, em 2012 e 2014, e até a chegada de Rory MacDonald, polarizava com o brasileiro Douglas Lima a disputa pelo cinturão da divisão. Ele tem um respeitável cartel de 20 vitórias e duas derrotas, mas está há um ano sem subir ao octógono. Em seu último compromisso, nocauteou Chidi Njokuani no Bellator 182.

Larkin, por sua vez, deixou o UFC em 2016, quando atravessava uma boa fase, e custou a se encontrar no Bellator. Depois de perder suas duas primeiras lutas para Douglas Lima e Paul Daley, finalmente chegou ao triunfo quando enfrentou seu compatriota Fernando Gonzalez no Bellator 193, em janeiro. Seu cartel é de 19 vitórias e sete derrotas.

Ambos correm por fora na briga pelo título.

Neiman Gracie e Yaroslav Amosov

Despontando como maiores azarões temos o brasileiro Neiman Gracie e o ucraniano Yaroslav Amosov, que de acordo com o Oddshark.com, garantirão ao apostador uma margem de lucro de 1500% em caso de conquista do título.

Gracie carrega em seu sobrenome toda a tradição de uma família que fez história no mundo das lutas, e cumpre um bom papel na carreira, com um cartel invicto de oito lutas, seis delas pelo Bellator, que o contratou em 2015.

Amosov chegou à franquia em 2018, e há pouco mais de um mês estreou com uma vitória sobre Gerald Harris por decisão unânime no Bellator 202. Seu currículo é excelente, com oito nocautes, nove finalizações e três vitórias por decisão dos juízes, e a exemplo do brasileiro, ele ainda não sofreu nenhum revés em 20 lutas. Falta-lhe, no entanto, maior bagagem em combates contra adversários de ponta.

[sociallocker id=”27977″]

[/sociallocker]

 

Odds para o vencedor do Bellator Welterweight Tournament

Rory MacDonald – R$ 3,00/R$ 1,00

Douglas Lima – R$ 4,00/R$ 1,00

Michael Page – R$ 7,00/R$ 1,00

Jon Fitch – R$ 7,50/R$ 1,00

Andrey Koreshkov – R$ 8,00/R$ 1,00

Lorenz Larkin – R$ 8,00/R$ 1,00

Ed Ruth – R$ 13,00/R$ 1,00

Neiman Gracie – R$ 16,00/R$ 1,00

Yaroslav Amosov – R$ 16,00/R$ 1,00

Outros lutadores – R$ 11,00/R$ 1,00

Deixe seu comentário